A Rede Mulher Líder é um espaço de confiança, reflexão, partilha de conhecimento e valorização de negócios, em contexto de grupo e contactos bilaterais.

Os seus membros são mulheres gestoras executivas de empresas de elevado desempenho, muitas das quais PME Líder ou PME Excelência, em setores de bens transacionáveis.
Tem como vocação a ligação a redes internacionais de facilitação de negócios de mulheres.

Benefícios para as empresárias

  • “peer learning”
  • “advisory board” ou “peer advising”
  • fomento de alianças e de negócios
  • ligação a redes internacionais

A RML é diferente de outras redes de mulheres empresárias, desde logo porque não é inclusiva, aposta em acionistas na gestão de topo de empresas com elevado desempenho:

  • O ADN da Rede são as PME, porque o projeto foi desenvolvido pelo IAPMEI, e a maior parte das empresas são empresas PME Líder ou PME Excelência, mas há também GE, para favorecer o networking.
  • É uma Rede orientada para empresas de bens transacionáveis. 57% do total das empresas são empresas industriais. E 58% são exportadoras e exportam, em média, cerca de 51 por centro do total do seu volume de negócios.
  • 66% são empresas maduras, isto é, com mais de 20 anos. Para se poder comparar, a vida média das empresas nacionais é de 13 anos, nestas empresas é de 31 anos.
  • Finalmente, quisemos saber como era a resiliência destas empresas no auge da crise pandémica. E 83 por cento da RML apresentava risco de failure mínimo ou reduzido.

Estes números constam de um estudo da Informa DB de março de 2021, onde também se quantifica:

  • centena e meia de empresas;
  • faturação de 1,7 mM€, dos quais 565 M€ de exportações;
  • mais de 15 mil empregos diretos.

Esta é apenas uma primeira camada do universo de empresas RML. Uma parte substancial destas empresas tem estruturas empresariais complexas: 32% das empresas têm empresa-mãe e 46% têm empresas participadas, num total de 238 participadas. A maior parte das empresárias tem assento nos boards, quer das empresas-mãe quer das participadas.

Estas empresas são uma boa amostra do que é a espinha dorsal da nossa economia.

Condições de Adesão

Esta é uma Rede de acesso por convite.
Se pretende fazer-se membro, contacte-nos.

Abaixo, encontra as condições que lhe conferem acesso direto à RML – os requisitos da Mulher e da Empresa são cumulativos.
Todos os outros casos precisarão de ser avaliados pela Comissão Dinamizadora e a avaliação é efetuada sobre o perfil da mulher, as suas competências específicas para aportar à Rede e o perfil da sua empresa.

Requisitos da mulher

A mulher precisa de ser presidente, administradora executiva, diretora-geral ou ainda diretora intermédia a preparar a sucessão.
Procura-se mulheres gestoras com:

  • vontade de partilhar a sua experiência e de absorver experiências de outras, numa lógica de capacitação entre pares e troca de boas práticas.
  • capacidade de respeitar espaços de confiança e a confidencialidade associados às trocas de informação dentro da Rede.
  • interesse em aproveitar o networking nacional e internacional para a valorização dos seus negócios.

Requisitos da Empresa

A empresa precisa de ser de alto desempenho e:

  • de bens transacionáveis, ainda que não forçosamente exportadora – indústria,  T-KIBS (empresas de conhecimento intensivo com as seguintes CAE: 61 a 63, 70 a 75), construção, logística e turismo (com projetos robustos e/ou diferenciadores).
  • comercial, com atividade exportadora significativa.
  • Ou ser relevante para a região onde se insere.

Serão automaticamente admitidas como membros da Rede as mulheres na gestão executiva de topo de:

  • empresas PME Líder e PME Excelência.
  • grandes empresas.
  • startups de crescimento rápido com três ano de track record de  vendas, já com exportação e vendas no último ano acima dos 500 mil euros.
Carla Carreira, Macolis  *  Carolina Breda, Bresimar  *  Mara Almeida, Ename  *  Marta Araújo, Castelbel  *  Marta Casimiro, Panidor  *  Sónia Calado, Grupo DRT  *  Rita Nabeiro, Adega Mayor  * …

Atualmente, integram a Comissão Dinamizadora:

Amélia Santos, Fundadora e CEO da Innuos  Ana Roque, Presidente da Porcel  Filomena Frade, Administradora da Louritex  Mara Almeida, Administradora da Ename  Marta Casimiro, Administradora do Grupo Panidor  Sónia Calado, Fundadora e Administradora do Grupo DRT  |  Rita Seabra, IAPMEI

São devidos agradecimentos aos membros de anteriores Comissões Dinamizadoras: 

Fátima Castanheira, Fundadora e ex-CEO da Traducta  Maria Purificação Tavares, Fundadora e CEO da CGC Genetics  Marta Araújo, ex-CEO da Castelbel, atual CEO da Carglass, Grupo Saint-Gobain  |  Raquel Santos, CEO d’ A Metalúrgica Bakeware