Mara Almeida, Grupo ENAME: ‘Ideias, intuição, e criatividade atabafadas são uma perda irrefutável para a economia’

Num artigo de opinião para a revista Grande Consumo, a CEO da Ename, e membro da Rede Mulher Líder, fala do que considera ser o equívoco empreendedor, assente em modelos unipessoais de sucesso.

Para Mara Almeida, a garantia de bons resultados não deve ser lida como uma conquista individual. ‘Os grandes desafios da humanidade não são, nem serão, resolvidos ‘per si’ pelo modelo de empresário/empreendedor, que conhecemos e estamos habituados a atribuir todo o mérito, e até, a idolatrar’, afirma.

‘Se insistirmos no mito de que é apenas o empresário, com o seu restrito núcleo de inovação quem inova, estaremos a impedir a sociedade de uma evolução mais célere, veloz e dinâmica’, defende a empresária, que acredita em modelos de liderança que valorizem o trabalho de cocriação e uma gestão participada em que todos os colaboradores devem ser chamados a dar o seu contributo e colocar o seu talento e criatividade ao serviço da organização e da melhoria do seu desempenho.


Aceda aqui ao artigo de opinião completo, publicado na revista Grande Consumo, edição 68, março/abril 2021, numa parceria com a Rede Mulher Líder: