Filomena Frade, Louritex, ADL: ‘As empresas estão a esgotar os seus últimos recursos’

Nas suas funções de presidente da direção da ADL – Associação de Desenvolvimento Local da Lourinhã, a sócia-gerente da Louritex falou ao jornal local Alvorada sobre o impacto que a crise pandémica está a ter nas empresas da região, das suas principais dificuldades, dos setores mais afetados na economia do concelho, mas também dos estímulos positivos que gerou e de exemplos de empreendedorismo e resiliência dos empresários locais.

Para a gestora, e membro da Rede Mulher Líder, ‘as medidas que têm sido disponibilizadas têm permitido atenuar os impactos negativos de curto prazo’, mas devem ser ajustadas aos problemas reais das empresas.

‘Nesta fase as empresas estão mais focadas em sobreviver do que em planear novos investimentos… Algumas empresas, com investimentos aprovados do Portugal 2020, suspenderam a sua execução devido à perspetiva de recuperação económica superior a dois anos e à escassez de recursos financeiros próprios’, afirma.


Aceda aqui à versão integral da entrevista publicada no jornal Alvorada (fev. 2021):