Liliana Ferreira, Fraunhofer Portugal: ‘Temos estudantes absolutamente brilhantes’

Rosto da Fraunhofer Portugal desde 2017, quando se tornou uma das gestoras mais jovens a assumir a liderança de um centro de investigação desta organização alemã, a maior em investigação aplicada da Europa, tem agora a seu cargo a dinamização do concurso Challenge, que premeia todos os anos ideias de negócio de base tecnológica desenvolvidas em contexto académico.

Numa altura em que decorre a fase de avaliação de candidaturas à edição 2021 deste instrumento da Fraunhofer Portugal, partilhamos uma entrevista ao Ciência Explica da Exame Informática, onde Liliana Ferreira apresenta o projeto e faz um balanço das tecnologias apoiadas ao longo das suas várias edições.

Licenciada em matemática aplicada e doutorada em engenharia informática, a atual presidente do Conselho Executivo da associação alemã no nosso país dedicou-se vários anos à investigação aplicada, com trabalhos reconhecidos na área da saúde e do processamento da língua, mas confessa que com a mudança de funções ‘o bichinho da ciência não desaparece’.

‘Temos estudantes absolutamente brilhantes, temos a academia nacional em alta a contribuir com ideias, todas elas com muito sentido e com muito potencial’, afirma, ‘o que esperamos é que este prémio contribua para que as soluções continuem, avancem e cheguem ao mercado e às pessoas’.

‘Estamos sempre abertos a boas ideias’, mas explica que o critério de aplicabilidade prática é fundamental na elegibilidade dos projetos. O que procuram são soluções que possam ‘efetivamente ter impacto na vida dos cidadãos’. É isso que nos distingue de outros centros de investigação, é este foco muito grande na utilidade prática’, reforça.

A associação Fraunhofer Portugal aposta na cooperação entre a comunidade científica e a indústria, com o objetivo de gerar investigação aplicada com impacto social, que contribua para dar resposta a necessidades concretas das pessoas.



Aceda aqui à entrevista em vídeo ao Ciência Explica da Exame Informática: