Erofio inaugura nova unidade de fabrico aditivo

O grupo empresarial português do setor dos moldes, sediado na Batalha, acaba de inaugurar o seu último investimento em inovação, no valor de três milhões de euros, na presença da ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa.

A este investimento, que contou com apoios comunitários, o grupo Erofio juntou mais 700 mil euros de capitais próprios para a construção da nova unidade vocacionada para o fabrico aditivo, tecnologia que lhes vai permitir ser mais competitivos na produção de moldes complexos de alto desempenho.

Para Cláudia Novo, administradora das empresas Erofio, e representante da segunda geração de gestores deste grupo familiar que tem mais de três décadas de atividade, ‘a nova unidade é o corolário das apostas que temos vindo a fazer nestes últimos anos e que têm colocado a inovação e a melhoria contínua dos processos produtivos no topo das nossas prioridades’, como forma de assegurar ao cliente uma oferta diferenciadora e de maior valor acrescentado.

Os novos equipamentos vão permitir à Erofio ampliar a sua atuação em novas áreas, fundamentais no reforço da capacidade produtiva do grupo, inserido num setor fortemente exposto à concorrência.

Já em funcionamento, a nova unidade vai produzir componentes para moldes em tecnologia de “impressão 3D”, direcionados para as empresas do grupo Erofio, mas também para empresas de moldes da região.

Com as exportações a representarem mais de 90% do seu volume de negócios total, o grupo Erofio emprega atualmente cerca de 220 trabalhadores e faturou em 2021 perto de 21 milhões de euros.