Experimentadesign cria nova agência para apoiar o setor cultural

Para ajudar a combater a fase complicada que atravessamos e que afetou particularmente o setor cultural, a Experimentadesign uniu-se à consultora DFK Portugal para lançar a reCenter Culture, uma nova agência que tem como missão apoiar projetos culturais na captação de investimento.

O objetivo é assegurar apoio no acesso a financiamento, através de consultoria específica na preparação de candidaturas a fundos e programas nacionais e internacionais disponíveis, e em simultâneo potenciar uma maior aproximação entre o mundo empresarial e os agentes culturais, incentivando a exploração de novos caminhos e oportunidades para o relançamento do setor.

A nova estrutura propõe-se ainda atuar no reforço de competências das empresas e agentes culturais em áreas estratégicas como a gestão, design estratégico e comunicação, de modo a facilitar-lhes a presença nos mercados nacional e internacional.

Durante a sessão de apresentação do projeto, que decorreu no dia 27 de maio, Guta Moura Guedes, presidente da Experimentadesign, referiu-se às tradicionais fragilidades financeiras associadas ao setor da cultura, que a pandemia acabou por tornar mais evidentes. ‘O setor colapsou, houve muita gente a ficar sem emprego, e pensámos que devíamos fazer algo contra isso’, afirmou a gestora que é também membro da Rede Mulher Líder.

Ao abrigo do projeto foi ainda criada a linha SOS Cultura, para responder de forma imediata às necessidades do setor.

Tratando-se de uma iniciativa da sociedade civil, a nova agência conta ainda com uma rede alargada de parceiros em várias áreas, que inclui a KPMG, COTEC, AMP, Ivity, Into The Light Field, ISEG, 42 Lisboa, Casa da Arquitetura e ESAD.