Isolina Mesquita, Grupo Bluepharma: ‘Foi um privilégio começar um projeto com pessoas que sabiam o que faziam’

Por ocasião do 20.º aniversário da farmacêutica portuguesa Bluepharma, em março deste ano, a vice-presidente do Grupo recorda o início da atividade, suportado na energia, ambição e garra empreendedora de uma equipa, que sempre acreditou na valia do projeto e na sua capacidade de se abrir ao mundo.

‘Foi um desafio imenso, e evidentemente também um privilégio, começar um projeto com pessoas que sabiam o que faziam, uma administração ambiciosa e de facto com muita energia’, afirmou Isolina Mesquita, recordando a génese da empresa, que nasceu em 2001, a partir da aquisição da antiga unidade industrial da multinacional alemã Bayer, em Coimbra.

‘O país é muito pequeno e nós sabíamos com as ligações internacionais que já havia, que tínhamos que nos fazer ao caminho’, relata a vice-presidente do Grupo. ‘E foi o que fizemos. Logo no segundo ano começámos a ir para as feiras internacionais, e em 2005 já estávamos a fazer o primeiro acordo internacional de produção na nossa unidade, justamente para a Alemanha. E as coisas começaram assim’, recorda Isolina Mesquita, responsável pelo pelouro da produção e que foi o elemento da equipa da Bayer a integrar o novo projeto.

No seu percurso de 20 anos, a Bluepharma conseguiu transformar uma unidade industrial que empregava originalmente 58 pessoas, totalmente orientada para o mercado nacional, num grupo farmacêutico de 20 empresas, com mais de 700 colaboradores, reconhecido internacionalmente e que exporta praticamente 90% da sua produção para mais de 40 países.

Aceda aqui à intervenção de Isolina Mesquita na cerimónia de comemoração do 20.º aniversário do Grupo Bluepharma.

Pode também aceder aqui ao vídeo completo da cerimónia.